sexta-feira, 6 de maio de 2016

Feliz Dia das Mães

Eu conheci uma senhorinha, de cabelos longos e encaracolados e grisalhos. Ela vivia sentada em uma cadeira de balanço na varanda de sua casa. Em sua mão sempre tinha um cabo de vassoura para usar como bengala porque seu corpo já estava muito cansado para andar sem um apoio.
Mas nem sempre foi assim, essa senhorinha de cabelos encaracolados, grisalhos e compridos era muito ativa, gostava de cuidar do lar, do esposo e dos filhos. Por sinal ela teve dezesseis!
Antes de seu corpo envelhecer ela era um a jovem que chamava atenção pela beleza negra que tinha. Ela era dona de uma alegria contagiante, queria sempre ter seus filhos e netos ao seu redor, mas não podia chamar de avó, era mãezinha.
Ela fazia os melhores bolinhos do mundo, e sua comida trazia toda família para o redor da mesa. E ela se alegrava com isso. 
Sempre agradecia a Deus pelos momentos felizes e pelo alimento que não faltava, e ele a honrava mais ainda.
Mulher de valores e de princípios ensinou aos filhos que eles deveriam trabalhar para ter seu sustento, ensinou também que eles deveriam ser responsáveis pelos seus atos e que deveriam amar uns aos outros. Ensinou aos netos que sua juventude não era eterna, portanto eles deveriam respeitar e cuidar daqueles que vieram antes deles.
Sabe esse senhorinha a quem estou me referindo me deu de certa forma o maior presente do mundo. 
Ela me deu a mulher que me deu a luz, me educou, me criou e fez tudo com todo amor, mas nem todo esse amor tornou esse trabalho mais fácil. Uma mãe trabalhou muito para dar aos filhos um pouco do que pra ela era difícil ter, e que me ensinou a a fazer o mesmo pelo meus filhos hoje.

Bom minhas tchutchucas o motivo de eu contar essa historinha para vocês e porque eu queria poder neste dia das mães abraçar todas as mamães do mundo e dizer o quanto cada um e especial. Mas essas duas que citei são mais que especiais para mim. Infelizmente minha vózinha eu não poderei abraçar porque já não esta mais entre nós. Eu sinto muita saudades dela e guardo cada memoria dela no meu coração para não esquecer nunca.
A minha mãe com certeza não vai escapar do meu abraço rsrsr. Sou grata a Deus pela minha família.
Seja você também grato pelo bem maior que no Senhor nos deu, pois ninguém e eterno e quando eles se vão e sentimos a falta que eles fazem.

Um beijo grande para todas as mamães que leram essa mensagem!!!!!

E obrigada por me ouvir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário